quinta-feira, 2 de abril de 2009

Conhecer: Museu Major Novaes (em 35mm)

Atrasado com a coluna conhecer desta semana, acabei trazendo um diferencial em relação as demais: as fotografias aqui mostradas foram todas feitas em filme preto e branco 35mm. Algumas foram feitas em Kodak TriX 400 e outras em Ilford XP2 Super 400.


O Museu Histórico e Pedagógico Major Novaes é de propriedade da Prefeitura Municipal de Cruzeiro e está localizado na rua Dona Tita, nº 48, centro - Cruzeiro/SP
O atrativo é um casarão colonial, construído em 1840 pelo Capitão Antônio Dias Teles de Castro, para servir de sede à antiga Fazenda Boa Vista (há relatos de sua construção ter sido de 1805 - dados não oficiais).


Foi residência do Major Manoel de Freitas Novaes, o “Major Novaes”, responsável pelo desvio dos traçados das estradas de ferro D. Pedro II (atual Central do Brasil) e Minas and Rio, (atual Centro-Oeste), para passar em suas terras, fatos que causaram o surgimento do núcleo urbano que deu origem à cidade de Cruzeiro.

Retrato de Major Novaes no Museu

O Museu possui um acervo especializado em história, composto por 900 peças, entre elas peças de mobília, imagens sacras, pratarias, porcelanas, cristais, livros, fotografias, moedas, além de um acervo documental de 250m lineares documentos de natureza pública e 30m lineares de natureza particular, compondo o maior acervo documental da região do Vale do Paraíba.




O imóvel foi o núcleo inicial do município e está vinculado a uma fase da história cruzeirense. Prédio com dois andares, feito de taipa e alvenaria, em estilo colonial, sua arquitetura reflete a opulência econômica do período e as características do modo de vida dos barões do café.



Possui amplas janelas, terreiro de secar café e pomar e Grande área verde circunda a casa com figueiras centenárias, permitindo ao visitante uma verdadeira viagem ao séc. XIX.



A casa conserva em seu interior móveis, objetos e documentos relacionados à casa do patrono, Major Novaes, um dos maiores cafeicultores do século XIX, que gozou de grande fortuna e de prestígio na região e junto à família imperial, de tal maneira que se tornou compadre do Imperador D. Pedro II.


O café produzido na fazenda, de marca "Coroa" era usado por toda família imperial. Mesmo no exílio na França, escreveram ao Major Novaes pedindo mais sacas do saboroso café produzido na fazenda Boa Vista.


O museu possui amplo acervo fotográfico e custódia de grande massa documental produzida pelos poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, e os de natureza cartorária de Cruzeiro, Cachoeira Paulista, Embaú, Silveiras, Jatahy, Sapé, São José do Barreiro, Arapeí, Bananal e alguns de natureza particular.


O museu também recebe várias visitas mensalmente de universitários, pesquisadores e museólogos que vem em busca de um maior conhecimento através do grande acervo encontrado no local.



O prédio foi tombado pelo CONDEPHAAT em 24 de setembro de 1969, sendo considerado monumento histórico de São Paulo.


Infelizmente hoje o museu encontra-se em estado deplorável, com boa parte do casarão caindo aos pedaços, tanto que nem todas as áreas do imóvel estão abertas a visitação. A noite animais como corujas e urubus buscam abrigo em quartos superiores, uma vez que ficam com suas janelas abertas (por falta delas). O madeiramento está bastante comprometido, inclusive boa parte dos próprios pertences internos, como móveis e relíquias da revolução Constitucionalista de 1932.


Espera-se que a atual administração municipal possa finalmente levar o Museu Major Novaes a uma restauração. Esse é certamente um dos anseios mais fortes de todos aqueles que se preocupam com a cultura e o patrimônio histórico de Cruzeiro.
Oxalá eu possa voltar a fazer uma sessão de fotos do lugar limpo, restaurado e principalmente bem conservado.

Mais informações pelo fone do Museu: (12) 3143-4169
Veja mais fotos do museu (padrão digital e em cores), acessando:
www.flickr.com/photos/rostev/2584337658/

Auto retrato no espelho da cristaleira da sala de jantar do Museu Major Novaes


* Conhecer é uma coluna semanal publicada todas as terças-feiras. A idéia é mostrar em fotografias e textos, um pouco sobre lugares possuam uma história interessante e que foram fotografados por mim.

Gostou? Não gostou? Deixe um comentário.

4 Comentários:

Flavio Ricci disse...

Eita meninão... usando e abusando do filme em :)

Lugares bacanas como este ficam muito bem retratados pelo seu olhar, principalmente com câmera de filme.

Grande abraço amigão.

paulo magoo disse...

Mt boa cobertura, e mt boa a narração com as fotos exemplificando,escolheu mt bem os angulos e luz,resultando em um ótimo trabalho,parabéns

Rostev disse...

Obrigado pessoal.
Fico muito feliz em saber que gostaram do trabalho.

Titina Corso disse...

Olá Rodrigo, fiquei muito feliz de encontrar estas imagens. Parabéns pelo trabalho. Lhe mandei e-mails, pois preciso de sua colaboração na nossa pesquisa. Obrigada!

Postar um comentário

Se você não é um usuário do Blogger (Google) ou Wordpress, utilize a opção Nome/URL (se não tiver um site, deixe essa opção em branco). Não deixe de completar o formulário com seu nome ou apelido, pois é importante sabermos quem fez o comentário.

JAMAIS COMENTE DE FORMA ANÔNIMA.

Marcadores

Leitores

Notícias


Assine nosso Feed
Receba os artigos por email


BlogBlogs.Com.Br BlogBlogs.Com.Br

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO