quarta-feira, 15 de abril de 2009

Seria Photoshop demais???

Questões éticas cercam todas as profissões exercidas no mundo.
Em algumas delas, a ética é muito mais cobrada, como por exemplo na medicina, advocacia e não menos diferente no fotojornalismo (um dos braços complementares do jornalismo).

O National Press Photographers Association trouxe notícia de que o fotojornalista Klavs Bo Christensen foi eliminado do concurso Fotógrafo do Ano, realizado anualmente na Dinamarca por ter abusado das edições na imagem participante.
Os juízes resolveram desclassificá-lo quando compararam a imagem apresentada no concurso com o arquivo RAW original.

Para eles, a fotografia feita por ele no Haiti possui alterações expressivamente excessivas em "pós máquina" (entenda Photoshop ou programas similares de edição de imagem).

A primeira foto é o resultado final e a segunda o original em RAW

As discussões foram acaloradas por aquelas bandas, gerando uma grande polêmica. Ao final os juízes resolveram desqualificar o fotógrafo por entenderem que a "forçada edição" alterou substancialmente o impacto que a imagem gera ao espectador. "As cores chegam a parecer que foram pintadas com spray em um quadro" disse o juiz Peter Dejong.

Christensen discordou da decisão. "Na minha opinião, um arquivo RAW não tem nada a ver com a realidade e eu acho que não se pode julgar as imagens finais baseadas em sua utilização em Photoshop, tomando por base o próprio RAW." disse a Jens Tønnesen, que levantou a questão sobre o assunto em seu site.

No site Presse Fotograf Forundet, Tønnesen mostra outras imagens de Christensen que passaram por fortes edições.

E você??? O que pensa sobre o assunto?
Alterar via software uma imagem altera o seu significado? Sim ou não?
Mas as imagens captadas em RAW não são feitas para receberem edições?

O tema é polêmico e gera muitas discussões interessantes.
Sintam-se a vontade para discorrer suas opiniões...

Gostou? Não gostou? Deixe um comentário.

5 Comentários:

Ernani Rocha disse...

Salve !!!!

Caro Rostev.... navegando aqui no seu site eu vi esse post e digo que tem algo interessante sendo discutido lá no GRUPO FRIENDS, na página do FLICKR, dá uma passada lá.

Um abraço !!!!

Fabio disse...

Na minha opinião o pós-processamento também é arte e exige uma boa dose de bom senso pra usar, não é qualquer idiota que consegue bons resultados. Dessa forma eu discordo completamente dessa visão misoneísta dos jurados.

Anônimo disse...

Concordo com o Fabio. Não houve alteração no conteúdo, na composição, da fotografia. Aqui temos apenas um péssimo e de mal-gosto pós-processamento. O argumento do fotógrafo é válido e a decisão dos jurados é injusta. Não se pode usar como parâmetro de comparação um arquivo RAW.

A fotografia é inverossímil por natureza. Usando a lógica dos jurados, qualquer fotografia em preto-e-branco (especialmente aquelas convertidas de fotografias coloridas) deveria ser desclassificada, visto que o ser humano não enxerga, naturalmente, em preto-e-branco, e isso não existe na natureza. No fundo, o P&B não passa de mais um efeito que modifica as cores e tonalidades de uma cena. Modificação da realidade muito maior do que a utilizada pelo fotógrafo em questão.

Luis Vedolin disse...

Terminei de ler o artigo e estava babando para concordar com os jurados em questão, mas ao ler o comentário anônimo acima mudei de opinião imediatamente.

Talvez situações como essa pudessem ser contornadas criando-se uma categoria "really raw"...

De "puxar" na revelação à mais psicodélica manipulação digital, o que se está fazendo é alterar a imagem captada. Levando-se a extremos, até o uso de filtros.

Mas quem vai definir onde termina o registro do fato objetivamente e onde começa a percepção artística?

Paulo Paiva disse...

Oi Rodrigo

concordo com o que o "anônimo " escreveu
acho que o fotógrafo errou na mão e a manipulação ficou muito carregada...mas qual a foto que não foi manipulada? Atire o primeiro filme quem nunca passou a mão em movimentos circulares para causar um gaussian blur na revelação...????

abs meu jovem

Postar um comentário

Se você não é um usuário do Blogger (Google) ou Wordpress, utilize a opção Nome/URL (se não tiver um site, deixe essa opção em branco). Não deixe de completar o formulário com seu nome ou apelido, pois é importante sabermos quem fez o comentário.

JAMAIS COMENTE DE FORMA ANÔNIMA.

Marcadores

Leitores

Notícias


Assine nosso Feed
Receba os artigos por email


BlogBlogs.Com.Br BlogBlogs.Com.Br

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO