domingo, 18 de abril de 2010

Conhecer: Carvalho Cerâmica

Que beleza...
Nesta terceira postagem das cerâmicas de Cunha, chegamos a uma das mais tradicionais e conhecidas da região.
A Cerâmica Carvalho é referência em design e beleza em todo o Brasil e não poderia deixar de ser prestigiada pelos fotógrafos do Vale Foto Clube.

Fomos recebidos no atelier no dia 25 de julho de 2009 por Jotacê Carvalho, que além de um artista de vanguarda na cena brasileira é presidente da Associação dos Ceramistas de Cunha.



Carvalho é uma pessoa de personalidade marcante.


Recebeu-nos com muita simpatia e procurou detalhar boa parte da sua percepção de design e conceito, empregado em seus trabalhos. Que por sinal, são verdadeiras obras da mais fina arte.


Nota-se facilmente uma elegância fora do comum nas peças da Cerâmica Carvalho. As formas, texturas e esmaltamentos das obras são bem diferentes daquelas que vimos nas outras cerâmicas visitadas.


Jotacê parece dar mais importância ao resultado artístico do que necessariamente se preocupar com processos artesanais como queimas e técnicas milenares.


Suas peças vão muito além de simples utensílios domésticos (sem querer é claro desmerecer qualquer tipo de obra). Diria que cairia muito bem para decorar ambientes requintados e bem planejados.


O artista demonstra sofisticação e elaboração de novos conceitos, criando assim peças de total exclusividade. “Esse processo artesanal aliado à quase imprevisibilidade do cozimento e aos humores das matérias-primas, revestem cada uma das peças com uma aura meio que de surpresa, de cumplicidade com o acaso provocado”.


A obra de Jotacê Carvalho merece e precisa ser admirada por quem aprecia a arte. A obra exclusiva, a peça privilegiada por ser única.


Suas peças são detentoras de preços bastante elevados, mas como ele mesmo explicou, como colocar valor em um trabalho, fruto de pura inspiração, conceito inovador e que jamais terá uma réplica idêntica? Pechincha e arte definitivamente não combinam.


Ele reúne várias técnicas para compor suas obras. O destaque maior fica para o esgrafito (técnica de pintura que consiste em aplicar sobre um fundo preto de estuque uma camada de tinta, arranhada posteriormente com estilete, de modo que o fundo apareça em forma de sombras).



Baseado nesta técnica, Carvalho criou o esgrafito com colagem, que garante formas, texturas, relevos, efeitos claros e escuros, além de cores e sombras indescritíveis na rígida geometria e descontraída concepção da peça.


Carvalho nos levou a sua oficina (localizada logo abaixo do atelier) e explicou alguns detalhes na concepção de seus trabalhos. Foi um momento de muita descontração e ótimos papos.


Os fotógrafos saíram encantados por seus trabalhos e principalmente pela atenção dispensada, que parece ser uma forma geral de tratamento entre todos os ceramistas de Cunha. Sabem fazer com que qualquer visitante se sinta muito bem em seus atelies. Mesmo que você esteja só admirando os trabalhos, sem fazer qualquer compra.


Os membros do Vale Foto Clube criaram fotografias lindíssimas. Para vê-las (deste atelier e outros mais), basta acessar a galeria do grupo.

Cerâmica Carvalho
Rua Gerônimo Mariano Leite, 190 - Vila Rica – Cunha/SP.
Telefones (12) 3111-2483 (11) 3742-0785
www.carvalhoceramica.com.br

Gostou? Não gostou? Deixe um comentário.

1 Comentário:

Anônimo disse...

Ola... quem fala é o Carvalho. Agradeço a visita e esta bela reportagem do Atelier e Cunha. Aproveito para dizer que agora estou também no FACEBOOK... lá podemos trocar ideias e todas as novidades do meu trabalho. espero que apreciem. www.facebook.com.br/carvalhoceramica

Postar um comentário

Se você não é um usuário do Blogger (Google) ou Wordpress, utilize a opção Nome/URL (se não tiver um site, deixe essa opção em branco). Não deixe de completar o formulário com seu nome ou apelido, pois é importante sabermos quem fez o comentário.

JAMAIS COMENTE DE FORMA ANÔNIMA.

Marcadores

Leitores

Notícias


Assine nosso Feed
Receba os artigos por email


BlogBlogs.Com.Br BlogBlogs.Com.Br

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO