sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Conheça os principais filtros fotográficos

Resolvi trazer para o meu blog, um dos artigos que escrevi no começo do ano passado (2007) e que está distribuído em vários sites fotográficos, além de grupos do flickr (se bobear deve estar em uns blogs também).
Considero-o bastante interessante, por reunir em um só lugar todo o conteúdo sobre o assunto, que fui juntando aqui e ali em minhas andanças pela internet. Na época, não havia encontrado nada tão consistente e por isso resolvi compilá-los em um único texto, pois além do material que fui colhendo, pude ir percebendo o funcionamento de vários destes filtros e recheando cada vez mais este artigo.

PARA QUE SERVEM OS FILTROS?
Os filtros são acessórios que colocados na câmara permitem ao fotógrafo criar efeitos especiais, balancear as cores, corrigir situações indesejáveis e até mesmo proteger a lente. Normalmente são usados nas câmaras reflex, pois nestas máquinas o fotógrafo vê pelo visor o efeito que está buscando, mas várias câmeras compactas possuem adaptadores que permitem que se usem os filtros (isso quando já não trazem nativamente a rosca para encaixe).
Para saber qual o padrão de rosca da sua câmera para acoplar um filtro, geralmente os fabricantes marcam na parte interna da tampa original da lente, o diâmetro que deve ser usado. Em caso de dúvidas, pesquise no manual ou no site do fabricante. Então vamos a eles:


FILTROS DE PROTEÇÃO
São aqueles que devem ser deixados permanentemente sobre a objetiva, protegendo-a contra poeira, areia, impressão digital e principalmente contra acidentes que poderiam fazer você perder sua lente. Na foto ao lado, imaginem o tamanho do prejuízo o fotógrafo teria se não estivesse usando filtro protetor?


Protetor
Este filtro é projetado apenas para proteção, pois possui um tratamento de claridade que não afetará o equilíbrio de cor ou desempenho das lentes, mesmo de forma mais leve.
Foi projetado para servir apenas como protetor da lente, evitando que ela se deteriore por conta de sujeiras, batidas ou arranhões.


Ultra violeta
É o filtro o mais conhecido e usado para proteção das lentes, com o diferencial de possuir a função de absorver os raios ultra-violetas existentes na atmosfera (principalmente em montanhas) não interferindo em nenhuma outra característica da fotografia.
Deve ficar permanente fixado a objetiva, sendo que outros filtros poderão ser colocados sobre o UV.


Skylight
Também conhecido como 1A, este filtro, ligeiramente rosado tem uma função específica, corrigir o excesso de azul (por exemplo: na pele das pessoas) quando fotos são feitas em finais de tarde à sombra. É muito usado também em cenas de praia a céu aberto, etc.
Além disso, pode ser usado como filtro de proteção, já que não interfere em outros aspectos da fotografia.


FILTROS AVANÇADOS

Os filtros deste grupo são muito usados pelo profissional e pelo amador avançado com o objetivo de criar efeitos técnicos ou eliminar problemas com o assunto para uma boa apresentação da foto.


Polarizador
Elimina reflexos indesejáveis, tais como aqueles que aparecem em pára-brisas ou vidros de automóveis, de vitrines, água, janelas, etc...
Além disto cria efeitos dramáticos, aumentando a intensidade de tons azuis, o que possibilita um contraste forte, por exemplo, entre céu e nuvens, céu e arquitetura.
Importante: Este filtro exige correção de sensibilidade quando a câmara não possui fotômetro incorporado (bloqueiam de 1 a 2 pontos a entrada de luz - precisando de um incremento no aperture).


N.D. (Densidade Neutra)
Os filtros de densidade neutra são freqüentemente ignorados pelos fotógrafos, porém estes filtros têm muitos usos e oferecem a possibilidade de conseguir resultados impensáveis de outra forma.
Os Filtros ND tem uma cor cinza e reduzem a quantidade de luz que o sensor recebe, mas não afeta o equilíbrio da cor. Tem quatro aplicações principais:
Permitir a utilização de velocidades de obturação lentas, para registrar movimentos em temas tais como cascatas, chuvas, carros, etc.
Para reduzir a profundidade de campo e permitir aberturas maiores os quais permitem separar objetos do fundo.
Para reduzir a sensibilidade ISO (por exemplo: ISO 400) e permitir que sejam utilizados em exteriores e em situações luminosas.
Para permitir que as câmeras com padrão "vídeo" (por usar uma velocidade de obturação fixa) possam filmar temas como a neve, areia ou outras, cujo brilho causam normalmente super exposição.


NDx400 (Super Densidade Neutra)
Este filtro de super densidade neutra foi desenvolvido para permitir ao fotógrafo fazer fotos de longa exposição em ambientes com muitas luzes, que normalmente sofreriam estouros por conta de tanta luminosidade absorvida pelo sensor ou filme. Ele filtra grande parte da luminosidade para permitir shooters mais longos.
Capturas em luz forte do dia que se queira criar multi exposições, desfoques de movimentos, efeito véu em cachoeiras ou iluminação capturada de forma equalizada, com sombras mais amenas nos elementos, ficam perfeitas com o NDx 400 Filter.


Lentes Close-UP
São acessórios que colocados sobre a objetiva da câmara, permitem fotografar a curta distância e fazer fotos de relógios, selos, flores e até mesmo reproduções de outras fotos. Existem nos graus +1, +2, +3, +4 e +10 (dioptrias). Quanto maior o número, maior a aproximação.


FILTROS PARA EFEITOS ESPECIAIS
Permite ao fotógrafo uma maior criatividade nas fotos, produzindo efeitos variados de acordo com o tipo desejado. Os principais são:


Cross Screen
Conhecidos como filtros estrelas, pois quando acoplados a câmera, produzem literalmente "estrelas" nos pontos de grande luminosidade do assunto. Ex: luzes de ruas, sol atingindo superfície refletora brilhante, velas acesas, etc.
São comercializados em formas que permitem o efeito estrela sob várias formas, como 4, 6 ou 8 pontas.


Variocross
Seus efeitos provêm de duas lentes cor, chapeadas com linhas paralelas gravadas em suas superfícies, estabelecidas em armações rotacionáveis independentes.
Ao girar essas armações, o grau de efeito da luminosidade pode ser variado para produzir qualquer expressão desejada, desde que a cena seja altamente refletiva.


Center-spot
Este filtro permite fazer fotos somente com o centro do assunto nítido, ficando o restante fora de foco. É perfeito para realçar rostos em retratos, como um lugar especial na composição.


Soft-spot
Estes filtros são semelhantes aos center-spots, pois além de deixarem o centro do assunto nítido, deixam o restante da foto envolta por uma suave difusão de imagem.
Importante: Estes dois últimos tipos de filtros podem ser também, encontrados com a parte que envolve o centro em cores, permitindo obter-se o centro nítido e na cor natural e o restante envolto em uma cor determinada.


Misty-spot
Este filtro permite fazer fotos com a parte central da imagem nítida, com um contorno diferenciado na parte externa. Ele está disponível em quatro tipos:
  • Breeze (briza) - tem um contorno unidirecional rajado de fundo.
  • Gradual (graduado) - o contorno parece emanar do centro.
  • Windmil (moinho de vento) - o contorno aparece como um torvelinho ao redor do centro.
  • Halo (auréola) - o contorno aparece como irradiando-se de um ponto em direção ao canto do campo.

Dual e Tri Colors
Estes filtros são divididos seções de cores, permitindo ao fotógrafo, criar fotos surealistas, em duas ou três cores, conforme o filtro que foi utilizado.
Existem em várias mesclas de cores, sendo as principais da escala RGB (vermelho, verde e azul) ou nas cores primárias (azul, amarelo e vermelho).


Gradual Color

São filtros acrílicos semelhantes aos dual colors, exceto pela forma como é feita a coloração, uma vez que ele possui uma densidade gradual.
Perto do centro do filtro existe uma diminuição da intensidade da cor, para justamente criar um efeito mais natural, na medida que sai de uma tonalidade para outra.
É montado em uma armação rotatória, ficando a critérios do fotógrafo escolher a angulação de onde partirá o efeito.
Está disponível em sete cores: cor-de-rosa, amarelo, esmeralda, tabaco, Azul, malva e cinza.


FOG (Nevoeiro)
Este filtro produz um efeito de neblina (nevoeiro) na foto, criando um clima suave em todo conjunto.
Este filtro é vendido em duas versões, sendo FOG A e o FOG B. O tipo B produz uma neblina mais forte que o A e mesmo assim podem ser usados conjuntamente (um aceita rosca do outro), para se produzir o efeito neblina ainda mais acentuado.
Importante: Têm seus efeitos controlados pelo fotógrafo através dos diafragmas da câmara, quanto maior o nº f (22, 16, etc) = menor efeito, quanto menor nº f (2, 2.8) = maior o aparecimento do efeito.


Difusor
Como o próprio nome diz, produz um efeito difuso na foto, criando principalmente em fotos de pessoas um clima ameno e sensual. Existem vários tipos de filtros difusores, que vão desde os que produzem efeitos soft, hard, com coloração, entre outros, até mesmo polarizados (difuse PL).
Importante: Têm seus efeitos controlados pelo fotógrafo através dos diafragmas da câmara, quanto maior o nº f (22, 16, etc) = menor efeito, quanto menor nº f (2, 2.8) = maior o aparecimento do efeito.


Multi-imagem
Estes filtros repetem a imagem em 3, 5, 7 ou 12 vezes na mesma foto.
O ajuste se faz girando parte do filtro e deslocando o assunto em vários ângulos.


Infravermelho
Na maioria das vezes é usado em filmes especiais infravermelhos, devido a sua sensibilidade aos raios ultravioletas e os comprimentos de onda mais curtos do espectro visível. Ele filtra a maioria dos raios luminosos visíveis, aceitando o recebimento dos raios infravermelhos, permitindo assim criar efeitos fotográficos espetaculares, garantindo imagens menos carregadas, com contrastes e sombras mais perfeitos. Fica perfeito em vegetações, fotos médicas, spy shots profissionais ou paparazzis.
Este filtro pode ser utilizado com uma câmara fotográfica digital, uma vez a foto feita, deverá "dessaturá-la" (passagem em nível de cinza) através do computador.


FILTROS BALANCEADORES: Conversão e PB

Essa seqüência de filtros que vocês verão é largamente utilizada em câmeras de filmes, pois suas principais utilidades são mexer nas propriedades de cores ou matiz da foto final.
Para as câmeras digitais, acabaram perdendo um tanto da sua utilidade, devido aos ajustes que podem ser feitos diretos na câmera (através do WB - Balanço de brancos), tipos de exposições, etc.
A foto digital pode ainda ser manipulada em programas de edição, como Photoshop, Gimp, Corel Photo Paint, entre outros, para se conseguir tais efeitos.
De qualquer forma, eles ainda existem e podem ser usados por pessoas que não queiram manipular suas imagens ou proceder ajustes diretamente na câmera.

FILTROS DE CONVERSÃO
São filtros que adaptam filmes coloridos (para fotos coloridas) "luz do dia", utilizados sob luz artificial, sem o uso de flash e vice-versa. Utilizando filmes do tipo daylight ou do tipo tungstênio com fontes de luz não apropriadas, podem aparecer distorções de cores que são corrigidas com os seguintes filtros:

  • 80A / 80B - Ambos de cor azul reduzem o excesso de amarelo/avermelhado das lâmpadas caseiras ou lâmpadas photo-flood brancas quando não é utilizado o flash eletrônico. Importante: A utilização destes filtros reduz a entrada de luz na câmara. Obriga o fotografo a corrigir a sensibilidade do filme para menos, de acordo com a informação do fabricante do filme, quando a máquina não dispõe de fotômetro incorporado a câmara, com leitura através da objetiva.

  • 85 / 85B / 85C - Estes filtros são menos utilizados que os anteriores e são feitos para converter filmes para "luz de tungstênio", usados sob ação da luz do dia.
  • Possuem uma cor alaranjada e também obrigam correções de sensibilidade dos filmes, como os anteriores.

  • FL-B / FL-D - Este é um filtro indicado quando a foto é realizada sob ação de luz fluorescente (muito comum em lojas), sem o uso do flash eletrônico. O uso deste filtro elimina o tom esverdeado da foto feita nessas condições. O FL-B é utilizado para corrigir os tons quando se usa filme para luz tungstênio e o FL-D quando se usa filme com balanço de branco em daylight.

FILTROS COLORIDOS PARA PB
Os filtros coloridos são utilizados na fotografia PB (preto e branco) como forma de realçar os elementos que se pretende na imagem, criando fotografias muito mais contrastadas além de possibilitar ao fotógrafo maior controle da cena.
Os filtros coloridos bloqueiam determinadas cores, criando maior destaque ao elemento do assunto pretendido. Usando por exemplo um filtro vermelho (R - red), consegue-se bloquear a entrada das outras cores da escala primária RGB, ou seja, o verde (G - green) e azul (B - blue). Com isso as partes vermelhas da fotografia ficarão mais claras e as verdes e azuis mais escuras, criando maior contraste.

Existe centenas de filtros coloridos, indo desde os soft colors, passando pelos normais, os dark e darkest (escuros). Ou seja, existe uma infinidade de tonalidades de cores, mas abordaremos aqui apenas os básicos.
Veja quais as melhores situações para o uso dos filtros coloridos para PB:
  • AZUL - Produz realce e dramaticidade em cenas com névoa (os tons azuis ficam mais claros e os vermelhos mais escuros).
  • AMARELO - Ideal para fotos de paisagens, pois escurece ligeiramente o céu, deixando a vegetação mais clara (os tons verdes e amarelos ficam mais claros e o azul dá uma leve escurecida).
  • VERDE - Garante ótimo resultado em fotos de paisagens onde haja uma grande predominância de vegetação (os tons verdes ficam mais claros e os tons azuis e vermelhos mais escuros).
  • LARANJA - Um excelente filtro texturizador, pois consegue melhorar o contraste de pedras e madeiras, além de realçar as nuvens por escurecer o céu (deixa mais claro os tons amarelo, laranja e levemente vermelho. Deixa mais escuro os tons azuis e levemente os verdes).
  • VERMELHO - Produz tons mais fortes no céu, deixando-o altamente escuro e bastante contrastado (deixa os tons vermelhos mais claros e escurece os tons azuis e verdes).
Veja algumas aplicações dos filtros dos filtros coloridos AQUI


DICAS IMPORTANTES
  • Os filtros são acessórios úteis e, portanto, devem estar sempre em boas condições para permitir um bom rendimento, ou seja: devido a sua alta precisão, os filtros devem sempre ser guardados com cuidado e mantidos os mais limpos possíveis.
  • Os filtros devem ser limpos suavemente com um tecido ou pano macio de algodão, por exemplo, com o tecido de limpeza de microfibra.
  • Nunca utilize produtos químicos, como líquidos de limpeza de lentes pois podem danificar o tratamento.
  • Se alguma mancha resistente persistir, pode - se normalmente lavar com água limpa e detergente ou um pano macio de algodão (se optar por lavar, deixar o filtro um bom tempo fora da lente para que seque por completo, principalmente nas áreas de encaixe plástico com o vidro).
  • Evitar guardá-los em lugares úmidos.
  • Quando não estiverem em uso, mantê-los na embalagem.


FONTES:

© COPYRIGHT - Este artigo sobre filtros foi feito por Rodrigo Teófilo (Rostev), ao qual possui direitos intelectuais sobre seu conteúdo completo. É proibida sua cópia total ou parcial sem consentimento do autor. Para maiores detalhes e autorizações para publicações externas, entrar em contato.


Gostou? Não gostou? Deixe um comentário.

24 Comentários:

Oriovaldo disse...

Maravilhoso esse artigo.
Sem dúvida um dos mais completos sobre o assunto que já vi. Obrigado por disponibilizar pra gente.

José Pedroso disse...

Impressionante.
Isso não é um artigo, é uma aula sobre filtros.
Está nos meus favoritos.

Rafael disse...

Assim como você pediu rostev!hehe

Bom, pelo que li, a Hoya, de uns tempos pra cá, resolveu cortar alguns custos. Anteriormente, todas os filtros eram fabricados com um mesmo material de vidro e somente os tratamentos eram diferentes. Parece que agora, nessa onda de recução de gastos, ela tem feito os filtros de nível mais baixo (Green, Blue e HMC) com um vidro de qualidade diferente. Porém, continua a fabricar os filtros UV de maior nível, ou seja, do Super HMC pra cima, com material de melhor qualidade.
Então a denominação UV(O) corresponde aos filtros antigos, de melhor qualidade, sendo o (O) referente ao material de qualidade "Ótica". E a denominação UV(N) corresponde aos filtros de material de qualidade menor (menos melhor... vamos dizer assim), sendo o (N) referente ao material de qualidade "Normal". Mas esse UV(N) é mais comercializado na Ásia e nos países do oriente, por isso é raro vermos por aqui.

Alguém sabe se essa informação procede ou não?

Anônimo disse...

muito bom mesmo o artigo, principalmente para as pessoas que estão querendo comprar ou aprender um pouco mais sobre filtros!
Parabéns!

Anônimo disse...

Muito bom o material, parabens

Rodrigo Gressler disse...

Opa Rostev,

Gostei do artigo sobre Filtros. Senti falta de tu falares sobre os ND graduados (tanto normal quanto invertidos). Eles tem melhor uso quando se usa um sistema de filtros como o Cokin ou o Lee.

Para referência:
Reversed Neutral Density Graduated Filters: http://www.singh-ray.com/reversegrads.html

[]'s e parabéns!

OUT! disse...

Olá, tudo bem?

Acabei de adquirir uma camera reflex. Tento aprender usar o equipamento por mim mesma e como a experiência é zero multiplicado por ele mesmo, tento suprir meus anseios comprando mais peças para a minha bicha. Quem sabe por razões escusas,(com a esperança de que um dia ela cresça e se vire sozinha, claro, e que consiga uma maneira de ganhar muito dinheiro para dar o devido retorno a "mamma" dela. Só poder ser isso!)
Enfim, hoje mesmo eu comprei, impulsivamente, três filtros, que até então eu não tinha a "mínima menor" noção de seus prós e contras.
Talvez o dono da loja tenha tido uma culpa importante, já que em seu desespero por se desfazer dos filtros encalhaderrimos, nínguem procura mais, disse ele, que me oferecera quatro filtros pela bagatela de R$60,00. Pois bem, comprei quatro filtros e nenhum deles, pelo que entendi do teu post, serve para fazer o papel de protetor da minha objetiva. O que me levou a uma pergunta óbvia: ó Ceus, ó vida, ó azar! Pq bolhas eu não passei no site do Rostev antes?!

Hehehehehehe... a verdade é que me deparei com o teu site justo por querer saber como usar bem essas coisinhas colidinhas : P

Você sugere algum post sobre Flashes?

Vá lá que eu encontre alguma loja na qual o dono queira se desfazer deles,HÃ?!!!

Equipamento: canon 450D

Saudações filtradas,

Dea M.

Rostev disse...

Rodrigo Gressler - Os filtros cokin são bem interessantes.
São filtros quadrados que são acoplados nas lentes por um adaptador do tipo A, P e S. E os filtros são usados nele de acordo com o adaptador.
Os filtros "A" são mais amadores em sua construção.
Os "P" são profissionais e os "S" também profissionais, mas com uma construção ainda melhor.

O sistema cokin de filtros ND graduados é muito interessante porque você pode utilizar mudando eu posicionamento para conseguir escurecer apenas uma área da fotografia em vez dela toda. É perfeito para fazer fotos de paisagens, onde a parte de baixo exige uma fotometria mais superexposta e a parte de cima subexposta.
Usando este exemplo, eles permitem justamente que você garanta uma fotometria melhor na parte de baixo e a de cima receberá um escurecimento por causa do ND, que vai clareando de forma gradual para baixo.
Espero ter conseguido passar a informação.
Se não, veja esses exemplos:

● http://www.fotodiox.com/shop/images/lens_accessories_1/for_cokin_p_series_4/grad_nd.jpg
● http://www.microglobe.co.uk/catalog/imagemagic.php?img=images/Cokin_Graduated_Grey_G2_Full_ND8X_Filter_A_Series_A121F.JPG
● http://www.microglobe.co.uk/catalog/images/Cokin_Graduated_Grey_G2_ND8X_Filter_A_Series_A121.JPG

Acho esses filtros bem interessantes.
Essa linha gradual então pra mim é a melhor, porque os resultados ficam realmente super bacana. Tem também os graduais colors, como o Tabaco e sua variação de tons. Essa foto é de uma amiga minha, que utiliza dois tipos de tabaco:
● http://farm3.static.flickr.com/2012/2230720988_1c54fa47e3.jpg

Pena que sejam filtros que demandem um investimento maior, porque necessitam dos adaptadores para as suas lentes (pior ainda se usarem diametros diferentes). Alguns não gostam da qualidade dos cokins por não serem de cristal, mas sim acrílico.
Eu não me incomodo com isso, mas já sabe né?

Futuramente estudo a possibilidade de fazer um artigo abordando por completo o sistema Cokin.
Fique ligado no blog para você não perder.

Rostev disse...

Dea M,
Olá minha cara...
Uma pena mesmo que você não tenha passado antes por aqui, porque muitas pessoas tem se beneficiado destas informações na hora de adquirir novos filtros.
Eu mesmo fiz esse artigo por conta de uma vasta pesquisa que precisei fazer para saber quais realmente fariam aquilo que eu pretendia.
Mas não se desespere... Pelo valor que falou ter pago nestes filtros, não foi um prejuízo e tanto. Claro que dinheiro é dinheiro e qualquer valor gasto erroneamente causa um bom desconforto.
Mas se levarmos em consideração que um filtro UV Hoya dos mais simples (serie green) custa uns R$ 50,00 reais, você não perdeu tanto, entende?
Quais filtros comprou? De repente tem coisa boa ai.

Infelizmente sobre flashs não tem tenho muito o que comentar, pois os meus utilizo muito pouco no dia-a-dia. A não ser uma cobertura fotográfica, porque não tem como fujir deles.
Na parte inferior do meu blog tem uma área de links para sites fotográficos.
Recomendaria que você passasse em algum fórum, como por exemplo o Digiforum para se inteirar mais sobre flashs antes de fazer a compra.
É sempre importante pesquisar ao extremo antes de sair fazendo investimentos, pois assim minimizamos bastante a frustração de comprar algo que no final acabará sem uso.
Abração e obrigado pela visita.

Rodrigo

Anônimo disse...

Rodrigo, obrigada por sua contestação e interesse.

Os filtros foram:

1- CENTER SPOT - Testei hoje. Resultado grosseiro e ridiculo.
Não saiu nada parecido com a foto que ilustra a definicição desse filtro no seu post. A circunferencia desse filtro sai destacado na foto(parte grosseira) e a diferença entre o que é nítido e o que era para ficar fora de foco é quase nada (parte ridícula rsrsrs...).
Também fiz experiencias com a velocidade do obturador relativamente baixa e movimentando a lente. Mas, creio que o resultado seria igual com o filtro ou sem o ele. Foi decepcionante.

2- STAR 4 - Ainda não utilizei para testar o seu fim apropriado. Mas gostaria de saber se poderia deixa-lo na camera como protetor, já que ainda não tenho um e o resultado das fotos com ele durante o dia não sofre muitas alterações. Posso?! (tá dificil encontrar até pela internet um UV 58mm).

3- Polarizador - (também me fez pensar na possibilidade de deixa-lo como protetor. Seria Possivel?). Esse sim surtiu o efeito esperado. A propósito, eu não entendi bem o que você quis dizer com "Este filtro exige correção de sensibilidade quando a câmara não possui fotômetro incorporado (bloqueiam de 1 a 2 pontos a entrada de luz - precisando de um incremento no aperture)."

Está se referindo ao diafragma e ao ISO?!Como assim?! = D

4- VERMELHO - o cara lá disse que me daria bom contraste em fotos P&B. Eu achei que ficou exagerado. Preferi o P&B com o filtro polarizador. Mais sutil.

É isso Rodrigo.
Muitissimo o brigada por tudo.
Seguirei sua recomendação e visitarei o Digiforum o quanto antes. Tenho muito interesse em adquirir um flash antes do mês de Junho. É sempre vou com muita frequencia para o interior onde as festas e/ou reuniões familiares são sempre em lugares onde a iluminação é sempre precárea, propositadamente e não.

Obrigada mais uma vez,

Dea M.

Rostev disse...

Dea M,
Realmente nenhum destes filtros que você pegou dá para serem usados como protetores da lente.
Falarei alguma coisa em cima de cada um deles que você comentou:

1) CENTER SPOT - Que estranho saber que o resultado foi pequeno. Será que não é por conta da marca dele? Acredito que você conseguirá um resultado melhor usando alguma lente tele ou intermediária (de 70 a 100mm), pois essas lentes tem o poder de destacar o assunto em foco, deixando o primeiro plano e o último bem desfocados. Se bem que para isso não é necessário o filtro em si.
Alterar velocidades não interfeririam na intensificação do filtro. Só mesmo uma alternância do comprimento focal, conforme expliquei.

2) STAR 4 (cross screen 4) - Não dá para usá-lo como protetor. Experimente usá-lo em fotografias noturnas, onde existam pontos de luz bastante fortes, como postes elétricos, lamparinas, etc... Ele deverá ajudar a puxar suas luminosidades em forma de uma estrela de 4 pontas. Em fotos do dia seu efeito praticamente não aparece.

3) POLARIZADOR - Esse então como protetor jamais deve ser usado. Ele escurece mesmo de 1 a 2 pontos de luz. Essa compensação se faz na abertura da lente. Roubar dois pontos de luz equivale geralmente a ter que compensar quatro ajustes de abertura para menos, já que os steps são 1/2 ou em alguns casos 1/3 (f2.8 e f3.2 seria um ponto e f3.5 e f4 seriam outro ponto, assim por diante).
Então na prática seria assim... Ao fazer uma foto sem filtro, com ajustes em 1/125 seg de velocidade, ISO 200 e a abertura de f5,6, com o polarizador você teria que usar a mesma velocidade e ISO, mas a abertura você deixaria em f3.5. Entendeu? Você deixou a abertura maior para entrar mais luz e compensar aquela que o filtro rouba por ser escuro.

4) VERMELHO - Esse filtro não faz grande efeito em câmeras digitais. Sua utilização é muito mais aproveitada em fotografias de filme preto e branco (PB). Já que os filmes costumam ter ainda um contraste e tons de cinza bem maiores e mais precisos que as câmeras digitais. Inclusive porque a foto PB em digital é proveniênte da conversão de colorido. Portanto não é nativo.
O filtro vermelho intensifica muito bem os tons azuis e verdes e clareia os vermelhos. Faz um belíssimo trabalho em paisagens de modo em geral.

Dea... Para proteção da sua lente (ou lentes) não tem como fugir dos Ultra Violetas ou protetores mesmo.
Os UVs são super fáceis de serem encontrados em qualquer lugar. Você mora no Brasil? Posso te passar links de lojas excelentes da internet ao qual faço minhas compras e nunca tive problemas.
Inclusive essa sua medida de 58mm é uma das mais comuns de se encontrar.

Espero ter ajudado.
Abraços.

Rodrigo

Marília França disse...

gostei das dicas dos filtros....
obrigada!
foi muito útil!

pode me dizer quais os sites confiaveis de encontrar?


obrigada!

Marília França

rcafioritto disse...

Muito bom, completo e específico, faltou apenas mencionar o Filtro Multi Image Paralelo e Speed. No mais, parabéns.

rezende.anapaula@gmail.com disse...

Parabéns! Espetacular! estou iniciando na área e com esse material ficou bem mais fácil o entendimento sobre os filtros. Muito obrigada!

Laís disse...

Esse artigo é uma compilação fantástica, parabéns!!
Pode me dizer onde acho o center, o soft spot e o difusor para compra?? Eles necessitariam de uma lente f1.8, ou uma f3.5 como a do kit da nikon d5ooo (18-55mm) daria conta do recado?? Obrigada!

Sinval Paes disse...

òtimo artigo, sempre lembro dele e indico aos amigos, e coloquei o link dele no meu blog ( consegui iniciá-lo) aqui: http://sinvalpaesfotografia.blogspot.com/.Abraços!

roberto de moura disse...

As informações oferecidas aqui nos deixam mais seguros na iniciação ao uso dos filtros, nota-se muito cuidado ao expor as matérias e as fotos comparativas das lentes então dão o toque final de quem quer informar bem. Parabens! Vou recomendar.

Marcelo disse...

Muito esclarecedor, parabéns!

Marcelo.

PAULO BRITO VENTURA disse...

_ Parabens pelo Blog. É raro encontrar informações claras e precisas na maioria dos sites especializados. Cheguei aqui por acaso e com certeza vou voltar pra tirar minhas dúvidas. Mais uma vez ; parabens. __ Paulo Ventura

Anônimo disse...

Onde posso comprar um filtro multi-imagem?
rapha.rms@hotmail.com

Wagner Sena disse...

Parabéns pelo artigo a informação sendo prestativo

Noboru Naka disse...

gostei, não sabia que havia essas opções de lentes, como faço para adquirir algumas delas, tais como mysty spot gradual, soft spot, center spot, cross screen?

SANDRA disse...

Tenho tentado achar o filtro Softspot nos tamanhos 52 e 67mm aqui em Curitiba, sem o menor sucesso. Seria possível você indicar um site confiável onde eu consiga encontrar?
Obrigada.

Lua disse...

Olá, gostaria de saber se os filtros coloridos também são utéis para usar com filme P&B cromogênico ou se não faz diferença.. obrigada!

Postar um comentário

Se você não é um usuário do Blogger (Google) ou Wordpress, utilize a opção Nome/URL (se não tiver um site, deixe essa opção em branco). Não deixe de completar o formulário com seu nome ou apelido, pois é importante sabermos quem fez o comentário.

JAMAIS COMENTE DE FORMA ANÔNIMA.

Marcadores

Leitores

Notícias


Assine nosso Feed
Receba os artigos por email


BlogBlogs.Com.Br BlogBlogs.Com.Br

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO